Siga nas redes

Representantes dos Trabalhadores cobram participação da categoria nas decisões da Empresa

Publicado em 13/07/2017

Fonte:


Representantes dos Trabalhadores Ecetistas participaram de reunião, em Brasília, na última terça-feira (11), a pedido da direção da Empresa. O motivo do convite foi a discussão sobre a reestruturação, que está em curso nos Correios, e novo sistema de transferências (batizado de SNT II). Representando a FINDECT, os companheiros José Aparecido Gimenes Gandara (presidente) e Elias Cesário – Diviza (vice-presidente), participaram do encontro e levaram o descontentamento da categoria com as transferências arbitrárias que vem ocorrendo na Empresa.

Desde que começou a ser implantada a reestruturação da Empresa, as informações vêm sendo divulgadas aos poucos, deixando cada vez mais dúvidas e incertezas nos Trabalhadores. Não há participação da categoria nas decisões, que assiste os mandos e desmandos da atual diretoria da ECT. 

A FINDECT questionou as decisões da Empresa em casos por todo o país, e defende que seja respeitada, não apenas a vontade dos Trabalhadores, mas o cargo para o qual o ecetista concorreu no concurso. “É preciso respeitar o PCCS vigente. O problema não é mudar um ecetista de cargo, mas que essa decisão seja tomada em comum acordo entre Trabalhador e ECT, com a participação do Sindicato”, afirma Gandara.

É importante lembrar que a Empresa passa por um “enxugamento” do quadro de funcionários, através das demissões incentivadas, e a não abertura de novos concursos. Agências são fechadas, e o DDA precariza o atendimento da Empresa, em prejuízo dos Trabalhadores, agora em menor número. É preciso que haja diálogo da Empresa com os Sindicatos e Federações, pois, o caminho que vem sendo trilhado parece bastante preocupante para o futuro dos Trabalhadores.

Transferências

Em continuidade da reunião, como consta na carta convite enviada às Federações, a Empresa apresentou o novo sistema de Transferências dos Ecetistas, batizado de “SNT II”. Segundo a direção da Empresa, a proposta é zerar o sistema antigo ao oferecer vagas aos Ecetistas que estão nos primeiros lugares no sistema, não abrindo novas inscrições.

Nos meses de janeiro/fevereiro (1ª fase), e julho/agosto (2ª fase), serão abertas novas inscrições para interessados em mudar de localidade. A avaliação dos pedidos acontece já nos meses de março/abril (1ª fase) e setembro/outubro (2ª fase). Neste caso, as vagas serão disponibilizadas, e os Trabalhadores irão inscrever-se para vagas existentes no sistema, diferente do que ocorria no SNT I.

A FINDECT posicionou-se no sentido do respeito aos Trabalhadores e Trabalhadoras já inscritos no sistema, para que sejam de fato transferidos para as unidades que desejam. “Temos uma fila gigantesca de Ecetistas, nas mais diferentes situações de vida, que dependem da transferência. Nós exigimos que a Empresa respeite esses Trabalhadores, e que o atual sistema funcione de fato, sem politicagem ou favorecimentos, que prejudicam a grande maioria dos Ecetistas”, afirma Diviza.

Na proposta apresentada pela Empresa, o SNT II não adotará mais a ordem de inscrições, pois considera que nem todos os empregados têm acesso aos computadores dos Correios. Serão adotados critérios novos, que serão definidos pela área responsável, tais como tempo de serviço, idade, entre outros.

Carta convite, clique aqui para ler!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *