Siga nas redes

1º de maio – Resistir e avançar, unidos e de cabeças erguidas

Publicado em 01/05/2018

Fonte:


1º de maio é o dia em homenagem aos Trabalhadores e Trabalhadoras. E essa data não é apenas comemorada no Brasil, mas em diversos países no mundo, marcada por grandes manifestações e conquistas históricas. Direitos que os Trabalhadores têm hoje, como aposentadoria, férias, limite de jornada de trabalho, 13º salário, piso salarial, licença maternidade, proibição do trabalho infantil, entre outros, foram conquistados e garantidos na CLT através de grandes greve, mobilizações união de diversas categoria.

Governo Temer está atacando os Trabalhadores:

O Governo Temer implantou “uma volta ao passado”, ao começo do século 20. A reforma trabalhista enfraquece a representação dos Trabalhadores, com a intenção de pôr fim aos Sindicatos, Federações, Centrais Sindicais, ou seja, todas as instâncias de representação trabalhista. Além desta, a terceirização, trabalhos temporários, demissões coletivas, diminuição do horário de almoço e divisão maior das férias (com a decisão sendo do empregador) são mudanças que têm beneficiado ainda mais os patrões, cortando na carne os direitos dos trabalhadores.

O desemprego cresce, o número de Trabalhadores sem carteira assinada é o maior dos últimos 6 anos, segundo pesquisa recente do IBGE.

A reforma da previdência foi engavetada após forte pressão da classe trabalhadora, mas é um projeto dos patrões, e com certeza voltará a ameaçar os direitos trabalhistas. A união e a luta são as forma de reagir aos ataques e golpes contra os Trabalhadores.

Categoria Ecetista enfrenta tempos amargos:

Os Trabalhadores dos Correios estão sendo atacados por todos os lados. Além da reforma trabalhista e as ameaças da previdenciária, o comando da empresa está ameaçando as conquistas da categoria. Ameaçam cortar direitos e benefícios da categoria (a alteração da cláusula da assistência médica foi apenas o princípio dos ataques), privatizar a Empresa, suspendem as férias, propõem demissões em massa, terceirização, fechamento de unidades, sobrecarga de trabalho e acabam com a segurança dos trabalhadores.

A vitória está na união:

A história mostra que somente com a união da categoria as conquistas acontecem. Todos os direitos e benefícios garantidos no Acordo Coletivo de Trabalho dos Ecetistas foram conquistados através de lutas, greves, demissões e perseguições.

Agora, querem apagar a história dos Trabalhadores e promover o desmonte da Empresa. É tempo de resistir!

Por isso, companheiro e companheira Ecetista, sua filiação ao Sindicato é tão importante. O Sindicato é o guardião, a casa e o espaço do Trabalhador. E sua força está na força da categoria. É a vontade e a luta de cada um dos filiados!

A FINDECT parabeniza a todos os companheiros e companheiras Ecetistas, e reforça, mais uma vez, o compromisso com a luta em defesa dos direitos históricos da categoria!

 

Compartilhe agora com seus amigos