Siga nas redes

Atos fortalecem a luta em defesa do fundo de pensão dos Ecetistas

Publicado em 18/07/2018

Fonte:


Manifestações reforçaram a luta em defesa do Postalis, pela devolução dos valores devidos pelo BNY Mellon, pagamento da RTSA pelos Correios, e contra as medidas adotadas pela intervenção imposta no fundo, desde o ano passado.

São Paulo

A FINDECT, e sindicatos filiados, em uma frente ampla de mobilização em defesa fundo de pensão (POSTALIS / POSTAL PREV), realizaram nesta terça-feira (17), diversos atos em suas bases cobrando transparência no plano e contra as medidas impostas pela intervenção no fundo. “Não vamos aceitar que joguem a dívida aos trabalhadores!”, afirmam os dirigentes, em uma só voz.

Os trabalhadores, e participantes do fundo, tiveram como objetivo desse ato, denunciar e protestar contra os prejuízos nos maus investimentos realizados pela gestão do plano e, que o Banco BNY pague pelo prejuízo que gerou, no Postalis, com compra e venda de títulos. Protestaram também por mais transparência no fundo que está envolvido em má gestão e supostas fraudes, em valores que ultrapassam a marca de bilhões de reais.

Em São Paulo, a manifestação ocorreu no edifício-sede do Jaguaré. Houve ato público no Rio de Janeiro, em frente ao CTC Cidade Nova e em Bauru, na sede da Superintendência regional dos Correios. Participaram, também, dos atos a ADCAP, ARACT e FAACO.

É inaceitável que queiram jogar a dívida nas costas da categoria. Por isso, a FINDECT, e sindicatos filiados, seguem firmes na luta incansável em defesa do fundo de pensão dos trabalhadores.

Confira algumas fotos dos atos espalhados pelo Brasil:

Compartilhe agora com seus amigos