Siga nas redes

Audiência Pública debaterá ameaças de privatização dos Correios no Congresso Nacional

Publicado em 10/05/2019

Fonte:


FINDECT participará do evento organizado pelos Deputados Leonardo Monteiro (PT), Presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Correios, e Glauber Braga (PSOL), no dia 5 de junho

Anézio Rodrigues e José Ap. Rufino representaram a FINDECT na conversa com o Deputado Leonardo Monteiro (PT), Presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Correios. Também participaram ADCAP, AACB e ANATECT.

A luta contra a ameaça de privatização dos Correios exige atuação constante, com amplo apoio dos Trabalhadores, parlamentares e população. É preciso desmentir as inverdades sobre a sustentabilidade da Empresa centenária. Os Correios não dependem de aporte financeiro do Governo Federal, tampouco faz uso dos impostos dos contribuintes para existir. Ele é autossustentável, mantém-se com o lucro gerado através do trabalho incansável de seus mais de 100 mil Trabalhadores.

Para ampliar o debate e o alerta para os riscos de demissões e de prejuízos da privatização para os Trabalhadores e população, a FINDECT irá participar de audiência pública no dia 5 de junho de 2019, na Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados. A audiência é iniciativa do Deputado Leonardo Monteiro (PT), que também coordena a Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Correios, e do Deputado Glauber Braga (PSOL)

Em conversa com o Deputado Leonardo Monteiro nesta quinta-feira (9), representantes da FINDECT manifestaram a preocupação com as ameaças do Governo em vender a estatal para o setor privado. Essa decisão vai contra a idéia de soberania nacional, além de colocar em risco a função social dos Correios, que é estar presente em todos os 5570 municípios do Brasil, promovendo a integração nacional.

A FINDECT, e os Sindicatos filiados, estão empenhados nessa luta. E ela se dará no convencimento da importância de manter os Correios público, estatal, de qualidade e a serviço da população. Em nome da sobrevivência desta Empresa com 354 anos, e dos empregos dos mais de 100 mil Trabalhadores diretos, e outros 300 mil indiretos.

Compartilhe agora com seus amigos