Siga nas redes

TO: Contra a privatização da ECT, trabalhadores de Tocantins aprovam greve por tempo indeterminado

Publicado em 05/03/2018

Fonte:


Assembleias no Tocantins aprovam greve para a 0 h do dia 12/03 mostrando mobilização e disposição de luta dos ecetistas contra o desmonte da ECT e medidas arbitrárias contra os direitos dos trabalhadores

O SINTECT-TO mobilizou os trabalhadores e trabalhadoras de todo estado, ampliando a grande mobilização que a FINDECT e seus Sindicatos filiados estão fazendo em suas bases na luta em defesa dos Correios público, contra a privatização e retirada de direitos da categoria ecetista.

“Nas assembleias realizadas em Araguaína, Colinas, Guaraí, Paraiso do Tocantins, Gurupi, Porto Nacional e9 Palmas, os trabalhadores demonstraram mais uma vez que irão a luta em defesa de seus direitos, e não iremos retroceder diante dos ataques da direção da ECT aos trabalhadores ecetistas”, concluiu Rufino, presidente do SINTECT-TO.

Demais eixos da luta também foram aprovados pelos trabalhadores: Contra a suspensão de férias já programadas/autorizadas (ECT afronta precedente 116 do TST); Contra o desmonte dos Correios e contra a privatização; Em defesa da saúde física e psíquica e das condições adequadas de trabalho dos Ecetistas; Contra o processo de demissão e de fechamento de agências; Pela realização urgente de concurso público; Contra a falta de segurança nas agências; Pela abertura dos livros contábeis da empresa e pela transparência dos objetivos do Governo em relação à ECT; Contra a reforma trabalhista e contra a retirada de direitos; Contra o OAI (Otimização das Atividades Internas; Pelo retorno da entrega domiciliaria diária.

Os trabalhadores votaram e rejeitaram a proposta de custeio do plano de Saúde apresentada pelo TST. Lembrando que o julgamento do plano de saúde acontece nesta segunda-feira (12/03).

SINTECT-TO e a FINDECT na luta em defesa dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras ecetistas

Fonte: SINTECT-TO

Compartilhe agora com seus amigos