Siga nas redes

Falta de atuação dos Correios leva Trabalhadores de Resende ao 22º dia de greve

Publicado em 27/06/2018

Fonte:


Ecetistas e população sofrem com descaso da Empresa, e denunciam falhas de gestão

A realidade dos Trabalhadores dos Correios, nos últimos anos, é a mesma em todos os cantos do país. Déficit de funcionários, sobrecarga de cartas e encomendas nas unidades, e péssimas condições de trabalho. E no Rio de Janeiro não é diferente! Os Trabalhadores do CDD Resende-RJ, em greve desde o dia 5 de junho, reivindicam melhores condições de trabalho, reforço de funcionários, e melhor estrutura, adaptada para a realidade da unidade.

O SINTECT-RJ notificou a Empresa das reclamações dos Trabalhadores, e cobrou rápida resposta para os problemas apresentados. No entanto, a greve dos companheiros ecetistas entra no 22º dia, e a direção Empresa ainda não demonstrou maturidade para resolver a situação. Há uma semana, os Trabalhadores da unidade receberam promessas de melhorias e recomposição dos funcionários. Mentiras e expectativas falsas para os Ecetistas, e também para a população atendida pela unidade.

O CDD Resende atende não apenas a população da cidade, mas também da região, como Porto Real e Itatiaia. Recebemos a informação de que existem mais de 400 CDLs parados no CTC Nova Iguaçu. Sofrem os Trabalhadores e a sociedade, com a falta de compromisso da direção da Empresa com o serviço dos Correios”, afirma o Diretor do SINTECT-RJ, Marcos Sant’Aguida.

É preciso “fazer mais com o mesmo”:

Quando questionado sobre o déficit de mais de 20 mil Trabalhadores em todo o país, o Presidente da ECT, Carlos Fortner, afirmou que é preciso “fazer mais com o mesmo”. Ou seja, trabalhar mais, para aumentar os resultados, às custas da saúde física e mental dos Trabalhadores.

A FINDECT denunciou, em diversos momentos, os riscos que poderiam surgir da política de “enxugamento” do quadro de funcionários. Desde 2011, a Empresa não realiza concurso público para ampliar seu quadro. Além disso, foram realizados diversos programas de demissão incentivada (PDI’s), que levaram ao déficit de mais de 20 mil Trabalhadores em todo o país.

É um absurdo o que o Presidente da Empresa diz, quando fala que os Trabalhadores precisam fazer mais do que vem fazendo hoje. Ele não deve conhecer, nem de longe, a realidade dos Trabalhadores nas unidades. Há uma nítida sobrecarga de trabalho, tendo em vista o aumento do fluxo postal nos últimos tempos”, afirma Sant’Aguida.

Federação manifesta apoio aos Companheiros em luta:

A FINDECT reafirma seu compromisso com os Sindicatos e Trabalhadores Ecetistas, e manifesta total apoio aos Trabalhadores do CDD Resende, que lutam por justas e merecidas reivindicações.

Por isso, a FINDECT, e o SINTECT-RJ, renovam o compromisso na luta por melhorias nas condições de trabalho, realização de concurso público, e ampliação de direitos, principalmente, na Campanha Salarial. Assim, destaca a importância da união nacional para alcançar a vitória! Com o empenho de barrar os ataques, e resgatar os Correios para o povo brasileiro.

Compartilhe agora com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *