Siga nas redes

FINDECT assina Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018

Publicado em 10/10/2017

Fonte:


A maior conquista dos Trabalhadores foi a manutenção de todas as cláusulas históricas do Acordo Coletivo de Trabalho, sem nenhum desconto de dias para a base da FINDECT.

Após um período de intenso debate, rodadas de negociação, greve, assembleias e audiências, a Federação Interestadual de Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras da ECT (FINDECT), assinou hoje (10), o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2017/2018.

O ACT assinado foi construído com a dedicação dos dirigentes da FINDECT que, incansavelmente, apostaram no diálogo e na mobilização da categoria, especialmente nas bases da Federação – São Paulo,Rio de Janeiro, Bauru, Maranhão e Tocantins, onde com muita luta, conseguiu-se assegurar o reajuste salarial e dos benefícios será de 2,07%, retroativamente ao mês de agosto de 2017.

Além disso, todas as cláusulas sociais serão mantidas por dois anos, inclusive a cláusula 28 que trata do plano de saúde. Essa, no entanto, ainda dependerá do processo de mediação, em curso no TST.

“A partir de agora nos mobilizaremos para assegurar a manutenção do Plano de Saúde dos trabalhadores e trabalhadoras da ECT. Também estaremos vigilantes para que os Correios continuem sendo uma empresa estatal e pública, já que vivemos sob a ameaça de privatização da empresa”, lembrou José Aparecido Gandara, presidente da FINDECT. “Vencemos esta etapa, mas a luta não acabou”, afirma o presidente.

O Acordo Coletivo 2017/2018 completo será disponibilizado em breve. A FINDECT também está preparando a cartilha de bolso do ACT para todos os Trabalhadores das bases dos Sindicatos filiados.

Confira a ata da assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho

Confira o Álbum de fotos da assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018

Sônia Corrêa
Correspondente da FINDECT em Brasília

Comentários

Sandro

fala até quando o funcionário tem que pagar a greve, mas não encontrei até quando a empresa vai depositar o retroativo

Federação Interestadual

Bom dia, Companheiro Sandro. Os Trabalhadores deverão compensar as horas da greve até o dia 30 de dezembro de 2017. Obrigado por sua participação.

alesandro antunes ribeiro

o juiz do trabalho entregou a rapadura caguetou a findect construiu a proposta dos 3 por cento junto com a ECT , mas os trabalhadores derrubaram e optaram pela greve parabens aos trabalhadores dessas bases da findect mostraram que estao atentos a direçao pelega da findect

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *