Siga nas redes

FINDECT é contra o fechamento de unidades e demissões. Vai ter luta!

Publicado em 06/05/2018

Fonte:


Matéria publicada no dia 05 de maio expõe projeto de fechamento de agências dos Correios em todo o país. A FINDECT REPUDIA ESSA POSSIBILIDADE! Fechar agências prejudica diretamente os trabalhadores, a sociedade e a própria empresa. Nas mãos da iniciativa privada, os serviços ficariam ainda piores, mesmo estando péssimos devido aos vários anos sem investimento e às más decisões políticas tomadas.

Não é a primeira vez que a empresa ameaça os trabalhadores com o fechamento de agências. Ela nunca desistiu de colocar isso em prática. A FINDECT e seus Sindicatos, através da mobilização dos trabalhadores, de parlamentares, de audiências públicas e de greves conseguiram impedir que isso se concretizasse.

O ex-presidente da ECT, Guilherme Campos, e o interino, Carlos Fortner, disseram que a decisão exigiu sigilo porque envolve a demissão de muitos funcionários, e que a economia anual com o fechamento das agências somada às demissões é calculada em R$ 190 milhões. Merecem o repúdio da categoria!

Mais uma vez a Federação atuará em defesa do trabalhador e de seus direitos. Vale lembrar, no entanto, que o cenário político em que vivemos é outro e bem diferente. A classe trabalhadora vem sendo duramente atacada pelo governo, O mesmo ocorre nos Correios, e sua direção governista dialoga cada vez menos com os trabalhadores e seus representantes. A decisão de fechar agências serve apenas para acelerar o processo de privatização da empresa, que também tem sido motivo de preocupação entre os trabalhadores.

“A FINDECT notificará a empresa e governo federal contra essa decisão. Não aceitaremos que a empresa seja destruída e entregue de mão beijada à iniciativa privada, é inadmissível tal atitude da direção da ECT. A FINDECT orienta os sindicatos a manterem ampla mobilização para irmos à luta a qualquer momento e defender os Correios público e 100% estatal”, declarou o vice-presidente da FINDECT Elias Diviza.

Continue acompanhando as informações e orientações da Federação

Compartilhe agora com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *