Siga nas redes

FINDECT e Sindicatos: audiência sobre segurança

Publicado em 22/05/2013

Fonte:


A falta de segurança para os trabalhadores dos Correios foi o tema de uma audiência pública realizada na noite do último dia 18 de Abril e que contou com a participação de representantes sindicais e autoridades do estado, que debateram o tema e procuraram soluções. O evento aconteceu na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Participaram do evento os sindicatos de Bauru, Santos, Vale do Paraíba, Ribeirão Preto e Campinas. O Assessor Especial da Secretaria de Segurança Pública, Carlos Alberto Estracine, e os Deputados Estaduais Carlos Giannazi (PSOL) e Alcides Amazonas    (PC do B) também estiveram presentes no encontro.

CANSADOS DE VIOLÊNCIA

A violência nas ruas e no trânsito e os recorrentes assaltos à agências dos Correios e carteiros foi tema de discussão no evento. O Ministério Público tem questionado a Secretaria de Segurança Pública sobre a Polícia Militar e sua atividade. O papel da PM não é realizar rondas em portas de agências bancárias ou dos Correios. A polícia deve proteger a população ostensivamente a ponto de que não existam situações de risco. A polícia deve ser a solução para o crime e não uma medida paliativa.

Os trabalhadores que estiveram presentes na audiência  relataram os absurdos ocorridos devido à criminosos. Carteiros afirmaram que foram vítimas de dezenas de assaltos, a ponto de serem recebidos na delegacia de forma suspeita ou com deboche. Muitas das vítimas retornam para trabalhar nas mesmas rotas em que foram assaltadas. A empresa se preocupa muito mais com a mercadoria do que com a integridade de seus funcionários. Não há um acompanhamento psicológico ou jurídico para as vítimas. Soma-se à este quadro a impunidade da justiça brasileira que reserva pouco castigo para aqueles que cometem crimes. A mobilização dos trabalhadores está gerando resultados. A ECT deve rever critérios que colocam os companheiros em risco e a cobrança dos resultados deve ser feita.

MOBILIZAÇÃO PELA SEGURANÇA

O Deputado Carlos Giannazi se comprometeu com os trabalhadores em criar um dossiê que reúna as reclamações e ocorrências de problemas. Estes documentos serão enviados ao Governo Federal  e Estadual e também sera levado à Empresa e à SSP.

Mais do que nunca é necessária a mobilização e união dos trabalhadores dos CEE’s e de toda a categoria para que a luta continue. Juntos, os companheiros e as representações sindicais têm força para cobrar aquilo que não se trata de algo supérfluo pois a integridade física de nossos colegas de trabalho deve ser a prioridade da Empresa, que não seria de tamanha grandeza sem o nosso suor.

Compartilhe agora com seus amigos