Siga nas redes

FINDECT na Luta contra Contribuição Extraordinário no Postalis

Publicado em 13/07/2016

Fonte:


A FINDECT, em respeito aos milhares de Trabalhadores que representa, informa sobre o andamento da ação contra a Contribuição Extraordinária para o saldamento do Plano BD/Postalis.

A ação proposta pela FINDECT, diferente das demais que também já estão em juízo, propõe o fim da cobrança extraordinária, por considerar que o rombo bilionário não é de responsabilidade dos Trabalhadores.

Há hoje 2 liminares concedidas pelo judiciário. A primeira suspende o pagamento até o julgamento de mérito para os associados da ADCAP. A segunda reúne as contribuições dos Trabalhadores e as deposita em juízo até o julgamento do mérito da ação. No entanto, ambas não oferecem aos Trabalhadores e Trabalhadoras a garantia de que a cobrança não ocorrerá no próximo ano. Isso porque as ações se baseiam no argumento de que a cobrança extraordinária não deve ocorrer no mesmo ano em que é aprovada pelo conselho. Ou seja, por regra, o desconto de 17,92% somente deveria ocorrer no ano seguinte à aprovação, portanto, em 2017.

Trabalhador bem informado é o incômodo do patrão:

A FINDECT tem mobilizado a categoria em diversos momentos contra o aumento da contribuição. Foi organizado um grande ato, em março desse ano, onde centenas de Trabalhadores cobraram o acerto de contas de um dos principais responsáveis pelo rombo bilionário no Postalis. O BNY Mellon, com sede no Rio de Janeiro, foi escrachada pelo movimento dos Trabalhadores Ecetistas, que não concordam em pagar a conta que não é deles.

Além do grande ato, a FINDECT vem participando ativamente na CPI dos Fundos de Pensão, com denúncias na Previc, Ministério Público, Polícia Federal, no Senado e na Câmara. A FINDECT e os Sindicatos filiados têm tido papel protagonista na luta para barrar a contribuição extraordinária e pela responsabilização e punição dos responsáveis pelo rombo.

Essa conta não é minha!

Continue acompanhando, no site e facebook da FINDECT, as atualizações do processo que irá barrar a contribuição extraordinária, e também notícias envolvendo o Fundo de Pensão. Se preferir, é possível acompanhar, também, o encaminhamento do processo através do número  1009511-30.2016.8.26.0071.

Veja o vídeo com o pronunciamento do Advogado da FINDECT:

Comentários

Deuzelita Gnta fernandes

Só que no mês de junho já descontaram de minha aposentadoria.

Cláudio Oliveira

Concordou plenamente, pois em breve haverá novos roubos e teremos que contribuir com mais dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *