Siga nas redes

FINDECT participa de audiência pública sobre fundos de pensão

Publicado em 19/11/2018

Fonte:


Marcos Santaguida, representante dos trabalhadores ecetistas, discutirá situação do déficit no Postalis na busca de apoio dos parlamentares.

Mais uma audiência pública irá tratar dos fundos de pensão no Brasil, nesta terça-feira, 20 de novembro de 2018. Desta vez, a audiência acontece na Comissão de Direitos Humanos – CDH, no Senado Federal, com participação de diversas entidades. A FINDECT estará presente, através do seu representante, Marcos Sant’Águida, expondo a situação delicada do Postalis.

O dirigente foi eleito pela categoria para compor a diretoria de benefícios do fundo de pensão, no entanto, foi impedido de assumir a função em detrimento de intervenção da PREVIC em 4 de novembro de 2017 (prorrogada em 2018). “É importante registramos que, desde de sua concretização, [a intervenção] não apresentou motivos consistentes para a sua existência. Bem como, nesse período, sob o controle da Previc, fez com que fosse reduzido o patrimônio do Postalis, com reflexo na diminuição das cotas dos participantes do Postal Prev”, afirma o dirigente.

Além da questão que envolve a intervenção no fundo de pensão, outros assuntos polêmicos envolvem o Postalis. Por exemplo, após a conclusão dos trabalhos da CPI que tratou dos fundos de pensão, foi identificado que os investimentos realizados pelo banco BNY Mellon, no exterior, apresentavam grandes riscos, e foram feitos de maneira equivocada. O resultado foi um déficit de mais de 5 bilhões.

Audiência será participativa

Audiência desta terça-feira foi solicitada pelo Senador Paulo Paim, e será realizada em caráter interativo, com a possibilidade de participação popular.  Por isso as pessoas que tenham interesse em participar com comentários ou perguntas, podem fazê-lo por meio do Portal e-Cidadania – link: www.senado.leg.br/ecidadania, e do Alô Senado, através do número-0800612211.

Compartilhe agora com seus amigos