Saiba quem é Gil Cutrim, o deputado bolsonarista investigado por corrupção que encabeça a destruição dos Correios

Publicado em 14/07/2021

Fonte:


Em troca do contrato para que a empresa ganhasse a exploração privada dos serviços, ele teria recebido de “presente” um apartamento hoje avaliado em R$ 6 milhões, no Edifício Murano, na Península da Ponta d´Areia, em São Luís, e um BMW avaliado em R$ 400 mil.

Um ex-vereador da cidade, Elias Rebelo Vieira Júnior, revelou o caso em depoimento ao Ministério Público, que abriu investigação e pediu a indisponibilidade dos bens do ex-prefeito e de sua esposa por suspeitas de enriquecimento ilícito.

Cutrin também tem declarada a compra de um sítio, no bairro Maracajá, em São José de Ribamar, no valor de R$ 450 mil. Atualmente, a propriedade está sendo negociada por R$ 3 milhões. Seu salário como prefeito era de R$ 17.194,00.

Os contratos firmados pelo Município de São José de Ribamar com a Odebrecht Ambiental Maranhão, sob a égide de Cutrin, foram anulados pela justiça, e o serviço assumido pela BRK Ambiental.

Serviço sujo nos Correios

Cutrim é o relator escolhido a dedo pelo governo para o PL 591, que abre o Correio para a privatização e libera o setor postal para a farra das empresas privadas lucrarem, com enorme prejuízo para a população.

O motivo deve ser a experiência em destruição de estatal e prejuízo para o povo que ele já tem no currículo. E a obediência a Bolsonaro e Paulo Guedes.

A privatização da água em São José do Ribamar, no Maranhão, já foi ounida pela justiça e está sendo investigada por corrupção. Mas além disso, trouxe prejuízo à população com alta nos preços e precarização no atendimento.

É o mesmo que vai acontecer com os Correios. Cutrin sabe disso e não está nem aí. Será que num futuro próximo também aparecerão denúncias, anulações, investigações e punições?

Saiba mais AQUI

Compartilhe agora com seus amigos