Siga nas redes

MOÇÃO DE REPÚDIO DOS TRABALHADORES DOS CORREIOS DO MARANHÃO AO DESGOVERNO #FORABOLSONARO

Publicado em 23/09/2020

Fonte:


PUBLICADO EM 23 DE SETEMBRO DE 2020

As trabalhadoras(es) dos Correios em GREVE até esta segunda-feira (21/09) no Estado do Maranhão, vêm a público manifestar seu mais veemente REPÚDIO ao desgoverno #ForaBolsonaro, diante do retrocesso social e dos constantes ataques à Constituição Federal, à Democracia, ao Parlamento, a líderes mundiais, governadores, Conselhos de Classe, Sindicatos de Trabalhadores, Movimentos Sociais, estudantis, ambientalistas, cientistas, artistas, pessoas vulneráveis financeiramente, a liberdade de expressão e de imprensa e principalmente aos Correios e suas (seus) trabalhadoras(es).

REPUDIAR essa situação política, econômica e social vivida no país, com um quadro crítico, que privilegia o mercado financeiro e principalmente o capital internacional, em detrimento daqueles que produzem e não podem consumir.

REPUDIAR a falta de políticas públicas que: possam melhorar a saúde do povo a fim de evitar que sejam trazidas de volta doenças já erradicadas, diminua o trabalho informal e precarizado, de melhorias na segurança pública, políticas sociais de proteção a quem tem fome.

REPUDIAR a reforma trabalhista, a reforma previdenciária, o desemprego, a carestia, o desmatamento, as queimadas, o lucro a qualquer preço, a concentração de renda, notícias falsas (fake news), o desprezo pela educação, cultura, moradia, saneamento básico, saúde, os discursos anticientíficos, que tentam tornar natural o atual momento da pandemia que assola o país e o aumento de casos e óbitos pela Covid19.

REPUDIAR, as declarações de membros desse desgoverno, que tentam desqualificar aos trabalhadores dos Serviços Públicos, chamando-nos de “parasitas” e a nós trabalhadores dos Correios especificamente de “gafanhotos”, na tentativa de disseminar ódio e preconceito junto à sociedade contra o serviço público e seus trabalhadores, pelas mazelas desse desgoverno, na tentativa de defender os custos com serviços ineficientes, para justificar a privatização, a preço mínimo para o capital internacional.

Diante deste acúmulo de crises, que comprometem o desenvolvimento do país e sacrificam o povo e diante de constantes ameaças à VIDA, nós trabalhadores dos Correios do Estado do Maranhão, que diariamente prestamos serviços de Correios de qualidade ao povo brasileiro, servindo ao país, estados e municípios, nos posicionamos CONTRA e REPUDIAMOS os retrocessos nas garantias e direitos sociais conquistados com muita luta da classe trabalhadora ao longo de décadas e qualquer tentativa de PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS, PETROBRAS, BANCO DO BRASIL, CAIXA ECONÔMICA.

Continuaremos firmes na LUTA pela construção de uma sociedade mais Justa, Fraterna e Solidária.

“Trabalhadores de todo o mundo, uni-vos!”

São Luís (MA), 23 de setembro de 2020.

*Texto do trabalhador dos Correios Sebastião Silva

Fonte: Sintect-MA

Compartilhe agora com seus amigos