Siga nas redes

#SaiuNaMídia: Temer avalia corte no plano de saúde dos funcionários dos Correios

Publicado em 23/08/2017

Fonte:


De acordo com a estatal, benefício foi responsável por deficit de R$ 300 milhões no ano passado

O governo Michel Temer estuda a possibilidade de redistribuir o custeio do plano de saúde dos Correios, hoje bancado em 95% pela estatal e em 5% pelos servidores.

Segundo a Folha de S. Paulo, a cúpula a empresa alega que o benefício gerou deficit de R$ 300 milhões em 2016, o que justificaria eventuais alterações. A proposta, no entanto, deve gerar reação entre os funcionários, segundo os quais Temer estaria “sucateando” a estatal com o objetivo de privatizá-la.

Além das mudanças nos Correios, o governo federal, também segundo a Folha, pretende estimular a demissão de até 2.500 funcionários da Empresa Brasil de Comunicação por meio de PDV (Programa de Desligamento Voluntário) já enviado ao Ministério do Planejamento.

Reprodução: Correios de Brasil – Funcionários

Compartilhe agora com seus amigos