Siga nas redes

SINTECT/RJ PARTICIPA DE ATO PARA MARCAR O DIA DE LUTA DAS MULHERES

Publicado em 14/03/2019

Fonte:


O ato reuniu milhares de mulheres na Candelária, caminhada prosseguiu até a Cinelândia onde protestaram contra o desmonte da Previdência, o aumento no número de feminicídios e esclarecimentos sobre o assassinato de Marielle cujo crime completará um ano sem solução.

Em todo Brasil milhares de mulheres foram as ruas protestar e lutar contra o desmonte da previdência e no Rio não foi diferente. Mais de 50 mil mulheres lotaram as ruas do centro da cidade na tarde do último dia 08 de março, as diretoras do SINTECT/RJ Rosemeri Leodoro e Karol Bandeira, participaram do ato unificado e defenderam o fim da violência contra as mulheres, contra o extermínio de jovens negras e o desrespeito contra as mulheres perante a nova proposta de previdência social.

A Secretária Geral Rosemeri Leodoro destacou que o Dia Internacional das Mulheres não é um dia só de comemoração, mas sim de luta e resistência. “O Brasil é um dos países no mundo com mais mortes violentas de mulheres, e só em janeiro, mais de 100 mulheres foram assassinadas no nosso país pelo simples fato de serem mulheres. É inaceitável. E esse ato unificado fortalecerá à luta por nossos direitos, por nossas vidas e de todas as mulheres brasileiras”.

A concentração começou na Candelária e seguiu até a Cinelândia onde finalizou em um grande ato. Com cartazes e bandeiras, o grupo se uniu em uma pauta comum: a contrariedade com o governo Bolsonaro e seu conjunto de retrocessos, principalmente no que se refere a previdência, onde as mulheres serão as mais afetadas.

As diretoras do SINTECT/RJ se juntaram ao ato com cartazes e frases como lugar de mulher é onde ela quiser, chega de violência e não à reforma da Previdência do Bolsonaro.

Karol Bandeira reforça que “temos que dizer que não aceitaremos de forma alguma essa reforma da Previdência que retira direitos da classe trabalhadora e aumenta a desigualdade entre homens e mulheres na vida e no trabalho, é principalmente prejudicial a nós mulheres, não aceitaremos nenhum direito a menos!”.

O SINTECT/RJ EM TODO MÊS DE MARÇO ESTARÁ PREPARANDO MAIS ATIVIDADES, MATERIAIS DE CONSCIENTIZAÇÃO E LUTA EM DEFESA DOS DIREITOS DAS MULHERES!

SINTECT/RJ EM DEFESA DAS MULHERES ECETISTAS!

Reprodução: SINTECT-RJ
Compartilhe agora com seus amigos