Siga nas redes

FINDECT discute proposta do Plano de Saúde no TST

Publicado em 19/10/2017

Fonte:


Com o objetivo de compreender a nova proposta encaminhada pelo vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ministro Emmanoel Pereira, responsável pela mediação do Plano de Saúde dos trabalhadores e trabalhadoras dos Correios, a FINDECT se reuniu, na manhã desta quarta-feira (18), com o juiz auxiliar da vice-presidência, Dr. Rogério Neiva Pinheiro e com o Dr. Marcus Vinícius Saar de Carvalho, Chefe da Divisão de Saúde Complementar do TST.

O principal esclarecimento questionado pela direção da FINDECT foi acerca da proposição de exclusão de pais e mães da condição de beneficiários do Plano de Saúde. Além disso, na nova proposta a proporção do custeio seria dividida entre os trabalhadores, que arcariam com 25% e a empresa, com 75%.

Para a FINDECT a retirada dos progenitores do Plano de Saúde é inadmissível. Para José Aparecido Gandara, presidente da Federação dos Trabalhadores, a retirada de direitos conquistados historicamente no plano de saúde, atingirá em cheio a categoria e, certamente, mobilizará mais do que o próprio acordo coletivo de trabalho.

Não podemos aceitar que, por conta da má gestão promovida pela própria empresa que criou a Postal Saúde. As conveniadas cobram o que querem e a empresa não tem nenhum controle. É isso que precisa ser sanado. Se há algum rombo, não é culpa dos trabalhadores e sim daqueles que não conseguem administrar o plano de saúde”, afirma Gandara.

A proposta será avaliada pela direção da FINDECT e as questões conflituosas e imprecisas serão objeto de questionamento pelo jurídico da Federação. Após esse procedimento, a proposta será levada às assembleias dos sindicatos, que dirão se aceitam ou não a proposição do TST.

 

Sônia Corrêa

Correspondente da FINDECT em Brasília

Comentários

Gilvanio Cdd Camaquã

Eu vou sair deste plano péssimo, q nem uso! Aqui em Camaquã-Rs não temos nenhum médico conveniado pela Postal e nem pela Unimed! Então deixo a pergunta, vc pagaria por algo q quando precisa não tem?

Gilvanio Cdd Camaquã

Vou sair deste plano de saúde péssimo, q já pago e nem temos médicos conveniados com Postal e nem com a Unimed! Os médicos tentam se conveniar, só q o correio cobra um monte de papéis q nem o correio mesmo sabe explicar, impedindo os convênios! Lhe pergunto: vc pagaria por algo q quando se precisa não temos nenhum médico, nem um simples clinico geral!

FINDECT questionará nova proposta do TST | FINDECT

[…] de um benefício de grande necessidade para a categoria, e não pode ser avaliada pela metade. O jurídico e a Diretoria da FINDECT já participaram de reunião, no último dia 18, com os técnic…. No entanto, as informações ainda não estão claras sobre o […]

FINDECT QUESTIONARÁ NOVA PROPOSTA DO TST | SINDECTEB

[…] de um benefício de grande necessidade para a categoria, e não pode ser avaliada pela metade. O jurídico e a Diretoria da FINDECT já participaram de reunião, no último dia 18, com os técnic…. No entanto, as informações ainda não estão claras sobre o […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *